PM’S QUE VENDEM AS FOLGAS DENUNCIAM QUE ESTÃO SEM RECEBER

Policiais que vendem as folgas para fazer segurança da Potycabana estão sem receber as “planejadas”
Os policiais que fazem a segurança da Potycabana estão insatisfeitos. Eles denunciam que estão há quatro meses sem receber as chamadas “planejadas”, uma espécie de pagamento para quem vende as folgas para o governo. O comandante do policiamento do parque, Capitão Carmos, afirma que a situação se arrasta desde setembro de 2017.
Uma reunião com o Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto, está marcada para discutir os atrasos. A categoria ameaça suspender o trabalho de segurança do parque caso as “planejadas” não voltem a ser pagas.  Eles alegam que existe um  termo de cooperação entre a PM e a Coordenadoria de Desenvolvimento Social e Lazer (CDSOL) para que os policiais prestem o serviço e recebem as folgas, mas estaria sendo desrespeitado.(Informações de Lídia Brito)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *