Robert Rios dá como certa a saída do PDT:“Gostaria muito que não fosse preciso”

Robert Rios durante visita ao Portal AZ ( Foto: Portal AZ) Robert Rios já fala em se despedir do PDT. Pelo que diz o próprio deputado, seu futuro está em outra sigla e o motivo é a relutância pedetista em permanecer na base do governador Wellington Dias (PT).
“Eu gostaria muito que não fosse preciso deixar o meu partido, porque eu gosto do PDT. Já tive em outros partidos, mas não teve um partido que eu gostasse tanto como eu gosto do PDT. Mas doido é o que teima com a realidade, e eu não sou doido. Eu sou líder da oposição, o PDT está no governo e para que eu ficasse no PDT precisaria que ou eu fosse para o governo, e isso não vai acontecer, ou que o partido viesse para a oposição, e isso é difícil de acontecer”, reafirmou o deputado durante entrevista concedida à TV Cidade Verde, na tarde desta quarta-feira (31).
Rios deixa claro que a possibilidade de fazer parte do mesmo grupo de Wellington é zero, ao contrário do que fez em 2003 quando ajudou a eleger o petista, pela primeira vez, governador do Estado. A partir do momento em que viu “as companhias nefastas que o Wellington começou a andar” o deputado disse ter resolvido deixar de apoiar o atual governador do Estado.
“Eu vi que tinha uma coisa muito errada com o PT e depois de ser delegado da Polícia Federal eu não poderia mais embarcar naquele palanque”, disse Rios.
O parlamentar pretende permanecer na oposição para tentar uma vaga no Senado na próxima eleição, resta saber por qual sigla. Robert não garante, mas seu destino poderá ser o DEM.
Ele e o ex-governador Wilson Martins (PSB) sãos os dois nomes da chapa que deverá ter Luciano Nunes (PSDB) como candidato ao governo já confirmados para a disputa ao Senado, em outubro do presente ano.(Portalaz)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *