Briga: comando do Congresso teme PT na volta do recesso

Coluna do Estadão – Andrezza Matais
O acirramento do discurso do PT depois da condenação do ex-presidente Lula preocupa o comando do Congresso.

Os trabalhos no Legislativo serão retomados na segunda-feira e o temor é de que os deputados e senadores do partido voltem do recesso com a mesma postura beligerante adotada na defesa de Lula, provocando colegas e atuando para impedir votações.
Na Câmara, o alerta é, sobretudo, porque o deputado Paulo Pimenta, com discurso ultrarradical, será o líder da bancada de 57 deputados, a segunda maior da Casa, atrás só do MDB.
No Senado, voltam ao trabalho Gleisi Hoffmann (PR) e Lindberg Farias (RJ).
Os dois defendem desobediência civil para impedir a prisão do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e um mês no caso triplex.
Líder da minoria na Câmara, o deputado José Guimarães (PT-CE) dá o tom:
“A oposição vai voltar maior, mais barulhenta e mais ‘das ruas’”.
Para tentar acalmar os ânimos, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), fará uma sessão na terça-feira, das 14 às 16 horas, para que os petistas possam falar à vontade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *