Edifícios do centro histórico de Parnaíba ameaçam desabar com as chuvas

Pelo
menos uma dezena de prédios tanto públicos quanto particulares no centro
histórico de Parnaíba corre risco de desabar provocando acidentes em pedestres
e danos materiais em veículos devido às chuvas que têm ocorrido nas últimas
semanas.
A
situação mais grave está no Complexo Turístico do Porto das Barcas, atualmente
em obras pelo governo do estado e que concentra armazéns antigos, lojas,
oficinas e alguns restaurantes e a sede da Associação Comercial e Industrial de
Parnaíba. Ali também está o deteriorado Museu Náutico.
A
situação, segundo comerciantes e pedestres, é de muita cautela quando se
caminha pelas calçadas destes edifícios. Com a intensidade das chuvas dos
últimos dias fica difícil calcular a extensão de um acidente com um desabamento
de parede em hora de grande movimento.
A
maioria destes imóveis tem propriedade ignorada. São edificações muito antigas,
mas que com o crescimento da cidade e a intensa atividade comercial se
modificando foram abandonados virando armadilhas para quem caminha pelo centro
de Parnaíba, quando não se transformam em esconderijos para marginais.
O
centro histórico de Parnaíba, tombado pelo IPHAN há quase dez anos, segundo um
professor que não quis ser identificado, segue a tendência de outros tantos
espalhados pelo Brasil. Com a atividade comercial e de serviços ganhando espaço
nos bairros, o centro está se esvaziando. “Alguns destes prédios estão com mais
de oitenta anos”, disse.
Antigos
pontos comerciais, escolas, residências e repartições de governo estão nesta
situação de perigo. Na representação do IPHAN, instalado no Casarão de
Simplício Dias, ninguém foi encontrado no final da manhã desta segunda-feira
para esclarecer alguma medida sobre a segurança destes edifícios. 
Fonte: APM Notícias. Fotos: APM Notícias.
Edição: APM Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *