Palácio da Cidade, Karnak e mais 139 municípios são notificados por gastos com pessoal

Dos 224 municípios piauienses, 140 foram notificados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), além do Governo do Estado, com um alerta aos gestores sobre os gastos com pessoal e sobre as penalidades a que estão sujeitos aqueles que extrapolarem os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A informação foi confirmada pelo tribunal, na tarde desta terça-feira (20/02).
Entre os municípios que receberam o alerta estão a capital Teresina, que aplicou 49,21% de sua receita corrente líquida com pagamento de pessoal, Piripiri (54,78%) e Picos (52,49). Ao Palácio de Karnak, foi solicitado a adoção de providências no sentido de reduzir despesas com pessoal para adequar os gastos aos limites da LRF.
O alerta é feito com base em informações do Relatório de Gestão Fiscal (RGF) do 2º quadrimestre do primeiro semestre do ano de 2017. De acordo com o documento, elaborado pela Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal (Dfam), há municípios que gastaram no período mais de 70% da receita corrente líquida com o pagamento de pessoal.
É o caso de Luís Correia (72,72%), Murici dos Portelas (71,87%) e de Nossa Senhora dos Remédios (71,95%). O ofício encaminhado aos municípios, que é assinado pelo presidente do TCE-PI, conselheiro Olavo Rebelo, orienta os municípios a adotarem medidas para reduzir os gastos com pessoal e alerta que a LRF prevê diversas penalidades para os gestores que extrapolam os limites de gastos com pessoal – entre elas estão o impedimento de receber transferências voluntárias e de contratar com o poder público, pagamento de multa e até cassação do mandato. Veja aqui relação dos municípios.(por: Salomão Prado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *