PARABÉNS, BENEDITO GOMES!

Por: Bernardo Silva
Este blogdobsilva presta hoje uma singela
homenagem ao nosso amigo e colaborador Benedito Gomes da Silva, um cidadão, na verdadeira acepção da palavra.
Embora seja uma
pessoa bastante conhecida, nós pesquisamos um pouco e aqui vamos expor, para
conhecimento de todos, um pouco da bela e difícil história de vida do Benedito
Gomes.  
O amigo Benedito nasceu no Povoado Olaria, Município de Brejo-MA, no dia
24 de Fevereiro de 1942. Era o quinto filho do casal Raimundo Gomes e Ercilia.
Família quase rica entre os pobres da época, casal trabalhador, possuía um carro
de boi, diversos animais de trabalho, algumas vacas pé duro, pequenos animai:,
porcos, cabras, ovelhas, galinhas caipira e uma propriedade rural onde faziam
roça. Eram seis filhos: Raimundo, Antonio, Francisco, Luis, Benedito e Ana
Maria. O Sr. Raimundo Gomes era um caboclo trabalhador. O trabalho começava de
madrugada no carro de boi e durante o dia era na roça, enquanto isso, Dona
Ercilia comandava a casa, cuidando dos filhos, fazendo comida para todos – família e trabalhadores que ajudavam na lavoura.
Mesmo sem os recursos técnicos que temos
atualmente, a vida seguida seu curso normal para todos daqueles do povoado. Tudo
andava muito bem, mas de repente Dona Ercilia adoeceu, sem nenhum recurso da
medicina, vindo a falecer no dia 10 de fevereiro de 1947. Daí para frente, dias
difíceis, aliás, anos difíceis foram enfrentados por aquela família. Para o Sr.
Raimundo Gomes a responsabilidade dobrou e para as seis crianças, o mais velho
com treze anos, a mais nova com dois, tiveram que conviver dia a dia com o dragão da orfandade. Benedito Gomes
lembra que em 1957 começou a estudar, não sabe como e nem por quem foi
orientado.
Fez o curso primário, sempre com nota dez
na média mensal, foi aprovado no exame de admissão e fez o ginásio.
Desembarcou em Parnaíba, em fevereiro de
1966, em Pleno Governo Militar. Preferiu a democracia e juntou-se ao grupo que
estava fundando o MDB, onde continua até hoje. Com mais quatro amigos fundaram a “casa do estudante de Parnaíba”. Conheceu o Sr. Pedro Alelaf e há quarenta anos
é torcedor e colaborador do Parnahyba Sport Club. Na década de sessenta, dos
poucos doadores de sangue que tinham em Parnaíba Benedito Gomes era um deles. Desde a fundação do Jeep Club do Piauí em 1995 é sócio e sempre fazendo parte
da diretoria. 
Ele trabalha instalado com escritório de contabilidade na Rua Dr. Oscar
Clark, desde primeiro de outubro de 1980. Para quem aos quinze anos era órfão,
pobre e analfabeto e aos trinta e seis passa em primeiro lugar no vestibular da
UFPI para curso de Ciências Contábeis, Campus de Parnaíba, chegou onde está, com
muita vontade de vencer. 
Isso é um pouco do que pesquisei para falar deste
grande homem, amigo, de bem com a vida, Benedito Gomes. É um bom caráter, é honesto, é leal é um bom
companheiro. Em conversa ele me disse: tenho um pequeno patrimônio com valor
comercial. O meu grande patrimônio tem valor de estimação, constituído por meus
familiares, em especial por minha esposa, por meus filhos, noras e netos. O blogdobsilva e mais centenas de pessoas que irão ler esse texto, lhe desejam, caro Benedito,  tudo de bom, muito amor e fé. Parabéns, grande guerreiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *