PEDIDO DE “BOA VONTADE”: SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO QUER QUE PROFESSORES SUSPENDAM A GREVE

BOA VONTADE
Dona Rejane Dias, primeira-dama, deputada federal e secretária de Educação está morrendo de medo dessa greve dos professores. Enviou emissário para convencer a diretoria do SINTE-PI para convencer a classe dos professores a retornar à sala de aula e negociar com o governo trabalhando. Seria a “cota de sacrifício” dos professores avaliando o cenário maior: a reeleição de seu esposo, Wellington Dias.
CRÉDITO
Segundo parlamentar que “defende a Educação”, a presidente Paulina Pereira e a secretária-geral Odeni de Jesus, do Sinte-PI, sabem que Wellington Dias tem agido em seus 12 anos de mandato com a maior boa vontade em relação ao salário dos professores.  “Elas sabem que não podem atrapalhar a reeleição do nosso governador e correr o risco de colocar o PSDB dele”, argumentou, solicitando o anonimato.
ESFORÇO
Assim, hoje, logo mais às 9h, durante Assembleia Geral no Clube do Sinte-PI, deve ser proposta uma “flexibilização” na exigência de reajuste de 6,81% linear para toda a categoria, garantindo a paridade dos aposentados. O esforço coletivo pode dar fôlego para Wellington Dias seguir articulando a política de sua reeleição.
DETALHE
Pontualmente, integrantes do Sinte-Pi podem até “entender” os argumentos do governo do Estado, porém, um detalhe vai dificultar a assimilação por parte da grande massa da categoria: a Câmara Municipal de Teresina vota hoje o reajuste dos professores da rede municipal. Reajuste retroativo a janeiro, integral, com paridade e que será pago em folha suplementar nos próximos dias. Como é que a Prefeitura de Teresina consegue e o Governo do Estado não? (Marcos Melo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *