JORNAL NACIONAL MOSTRA DESCASO DO GOVERNO NO SUL DO PIAUÍ

REPORTAGEM EXIBIU DRAMA ENFRENTADO PELA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE DOM INOCÊNCIO DEVIDO À OBRA INACABADA
Reportagem mostrou descaso na região Sul
Um drama vivido há mais de duas décadas pela população do município de Dom Inocêncio, a 615 km de Teresina, ganhou repercussão nacional neste sábado (10). O Jornal Nacional, da TV Globo, mostrou o descaso a que os moradores do longínquo município piauiense são submetidos em razão da falta de acesso e por conta de uma ponte que o governo estadual construiu e não fez as cabeceiras. Veja a reportagem aqui.
Com a cheia de riachos nos períodos chuvosos, a cidade chega a ficar isolada. O JN mostrou moradores usando escadas e se arriscando para poderem escalar a ponte e fazerem a travessia do riacho da localidade Fazenda do Meio. Quando as águas sobem, motoristas que fazem o transporte de passageiros precisam fazer uma baldeação. Um carro leva os moradores até uma margem e outro espera na margem oposta.
Homem com perna fraturada é auxiliado na ponte (Foto: Reprodução/TV Globo)Homem com perna fraturada é auxiliado na ponte (Foto: Reprodução/TV Globo)
Nas imagens exibidas pelo Jornal Nacional, moradores ajudam um homem com a perna quebrada a descer da ponte. Ele voltava de Teresina, onde estava hospitalizado devido à fratura. Segundo a reportagem, o governo do Estado informou que não há previsão da obra ser retomada e que os serviços pararam devido à falta de dinheiro.
OBRA LENDÁRIA
As obras de asfaltamento do trecho de 78 km entre São Lourenço do Piauí e Dom Inocêncio começaram em 2011, ainda na gestão de Wilson Martins (PSB). Na época, menos de 20 quilômetros foram asfaltados e em seguida os trabalhos ficaram parados durante anos. Em 2016, já no governo de Wellington Dias (PT), a construção da ponte sobre o riacho Fazenda do Meio foi iniciada, mas os serviços pararam meses depois.
Obra é prometida há mais de duas décadas (Foto: Reprodução/TV Globo)Obra é prometida há mais de duas décadas (Foto: Reprodução/TV Globo)
Em agosto de 2017, toda a obra foi retomada, com a continuação do asfaltamento de mais uma parte do trecho e também dos serviços na ponte. No entanto, em dezembro tudo voltou a parar. A estrutura da ponte até foi concluída, mas ficou sem as cabeceiras, o que não resolveu o problema do isolamento nos períodos de chuva, deixando a população indignada.
NA LISTA DO EMPRÉSTIMO
A estrada de Dom Inocêncio consta nas obras que seriam executadas com o empréstimo de R$ 600 milhões tomados pelo governo do Piauí junto à Caixa Econômica Federal em 2017. Conforme relação entregue pelo governo de Wellington Dias à Caixa, quase R$ 10 milhões da operação de crédito seriam destinados para a “conclusão” dos serviços. A Secretaria de Estado da Infraestrutura é a responsável pela obra.
Obra parou sem que cabeceiras da ponte fossem feitas (Foto: Reprodução/TV Globo)Obra parou sem que cabeceiras da ponte fossem feitas (Foto: Reprodução/TV Globo)
MOVIMENTO
Cansados de promessas, um grupo de moradores de Dom Inocêncio lançou em 2017 um movimento popular intitulado “Dom Inocêncio sem asfalto, Dom Inocêncio sem votos”. A campanha reivindica a conclusão do asfaltamento e cobra das autoridades a execução da obra. Em julho, uma audiência pública foi realizada no dia em que o governador Wellington Dias visitou a cidade. O petista, no entanto, não compareceu à reunião e preferiu participar de um evento paralelo com aliados políticos a poucos metros de onde ocorria a audiência.( Gustavo Almeida)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *