NO PIAUÍ OS POLÍTICOS CONTINUAM BRIGANDO POR “TOSTÕES”

Ciro assanha oposição

As frequentes vindas do senador Ciro Nogueira ao Piauí, trazendo pelo braço um ministro ou outro figurão do governo federal, assanharam a oposição estadual.
Ontem, os deputados federais Heráclito Fortes e Rodrigo Martins repercutiram na Câmara o discurso proferido pelo deputado estadual Robert Rios (PDT/PI) na Assembleia Legislativa, no qual faz duras críticas à postura do presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi.
Ele esteve na quarta-feira (28) em Teresina, para uma solenidade na Associação Piauiense de Municípios – APPM.
Campanha
Em seu discurso, Robert Rios afirmou que a solenidade foi “eleitoreira” e uma “politicagem”, e cobrou uma manifestação do Tribunal de Contas do Estado, do Ministério Público e da Ordem de Advogados do Brasil no Piauí.
Robert Rios foi aparteado pelos deputados Gustavo Neiva (PSB), Rubens Martins (PSB) e Dr. Pessoa (PSD) que apoiaram seu pronunciamento.
Puxão de orelha
Heráclito Fortes ressaltou que as considerações feitas na Câmara não são contra os recursos destinados ao Piauí, mas à maneira como eles estão sendo usados.
“O Sr. Presidente (Ochi) tem que lembrar que já foram afastados vários diretores da Caixa Econômica por atitude suspeita. Portanto, eu espero que o Ministro da Fazenda e que o Presidente do Banco Central puxem as orelhas do Presidente da Caixa Econômica, para que ele deixe de fazer politicagem com o dinheiro público”, concluiu.
No Ceará não tem disso, não!
Enquanto isso, enquanto os políticos do Piauí brigam por tostões, vejo na imprensa cearense que obras até então sem previsão de conclusão, no Ceará, poderão revisar seus cronogramas, a partir de agora, diante da liberação de cerca de R$ 1 bilhão, por meio do Programa Avançar.
O anúncio foi feito pelo presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (PMDB).(Zózimo Tavares)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *