SEGURANÇA NÃO É PRIORIDADE NO PIAUÍ

Fábio Abreu é gente boa, simpático, mereceu cada voto recebido em 2014; a questão é: depois de virar secretário, ao invés de ter trabalhado no cenário nacional, vai merecê-los outra vez?
Para quê tanto esforço em busca de uma cadeira na Câmara Federal se, no final das contas, o cidadão quer mesmo é uma secretaria? O eleitor perde seu voto quando elege alguém para um cargo que ele não vai ocupar. Acontece todos os dias com vereadores nos municípios; temos uma dúzia desses no Governo do Estado; e, infelizmente, em alguns casos, as consequências são piores. É o caso da Segurança no Piauí.
O combate à violência caminha para ser o mote da campanha eleitoral por todo o país. A criminalidade não é nosso único problema, nem vai acabar num passe de mágica. Mas certamente o caminho não é o faz de conta.
Nesta segunda-feira (5) o Piauí recebe governadores e secretários de Segurança e Justiça de todo o Nordeste. Será debatido um plano regional de segurança. O encontro já é uma consequência da nova postura do Governo Federal, que se voltou para o tema após o fracasso das reformas, em especial, a da Previdência.
Na última sexta-feira (2) o Política Dinâmica comentou o assunto na Jockey FM 88.1 e sem compromisso com a propaganda oficial do governo, iniciamos o debate sincero. Temos um governo que desvaloriza servidores, um secretário que tendo saído da linha de frente do combate, infelizmente se rendeu à política midiática e eleitoral e precisamos de uma sociedade que reaja. (Marcos Melo – Política Dinâmica)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *