Deputados gastaram R$ 18 milhões para divulgar atividade que quase não houve

Apesar de 2018 ser marcado pela falta de trabalho a divulgar, os deputados federais solicitaram e receberam da Câmara ressarcimento de R$18 milhões em razão de despesas com “divulgação da atividade parlamentar”. O valor corresponde a quase um terço (28%) dos R$62,6 milhões do “cotão”, que é uma espécie de cartão de débito que cada deputado ganha para gastar à vontade, até o limite R$45 mil por mês. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O campeão nos gastos com “divulgação de atividades” é Rubens Pereira Jr (PCdoB-MA): torrou R$139,1 mil somente este ano.

Deputados federais do DF têm limite menor para obter ressarcimento. Mesmo assim, é um “cartão de débito” com R$30,7 mil por mês.

Os deputados de Roraima, em razão da distância, têm o maior valor do “cotão parlamentar” para gastar à vontade R$45,6 mil mensais.

Deixe uma resposta