Estado não repassa vacinas contra a H1N1 e parnaibanos ficam fora da imunização

Em entrevista concedida ao programa Flagrante da Rádio Cidade FM, o secretário municipal de Saúde, Leonardo Correia, explicou que as vacinas contra a Gripe H1N1, não estão sendo aplicadas porque o município não recebeu nem as seringas e nem as vacinas. Os materiais deveriam ter sido entregues pela Secretaria Estadual de Saúde, mas de acordo com o secretário, eles foram informados pela Coordenação Estadual de Imunização que não há nem previsão para a distribuição dos insumos.

Além de Parnaíba, outros 10 municípios da Planície Litorânea do Piauí também estão na mesma situação, impossibilitados de cumprirem com o calendário nacional de vacinação contra a gripe. O secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, ainda não se manifestou.

Na sessão de ontem da Câmara Municipal, o vereador Carlson Pessoa cobrou respostas do Estado e que o Florentino explique o porque da falta de vacinas para Parnaíba.

Por Luzia Paula / Ascom

EM TEMPO: Durante a sessão ordinária na Câmara Municipal de Parnaíba, após apresentação do Requerimento de 222/2018 de autoria do vereador Carlson Pessoa(PPS), a Secretaria de Saúde do Governo do Estado do Piauí enviou uma nota informal (sem assinatura) ao vereador Daniel Miranda(PRB).(Veja abaixo)

NOTA (falta de vacinas)

Em nota, o diretor da Unidade de Vigilância e Atenção à Saúde, Herlon Guimarães, da Secretaria de Estado da Saúde, informou que nesta quinta-feira (03/05) novos lotes serão distribuídos e que as vacinas estão sendo distribuídas conforme o recebimento do Ministério da Saúde. Disse ainda que assim que recebe do Governo Federal, o Estado repassa para os municípios.

Deixe uma resposta