Teresa Britto repercute a audiência pública sobre a situação da Uespi

A deputada estadual Teresa Britto (PV) resumiu, na Assembleia Legislativa, o que foi discutido encaminhado na audiência pública realizada na quarta-feira para debater os problemas da Universidade Estadual do Piauí, como a existência de 600 disciplinas sem professores. A oradora fez a leitura na íntegra da lei que criou a autonomia financeira de três universidades de São Paulo, afirmando que nela está a solução para a Uespi.

Audiência pública

Em sua página no facebook, ela resumiu o assunto escrevendo o seguinte:”É lamentável o desrespeito do Estado com a Uespi, pois nem sequer um representante foi enviado pelo Governo para dar esclarecimentos. Nós vamos seguir fazendo nossa parte em conjunto com professores, alunos e lideranças comunitárias. Queremos o diálogo, mas se isso não for possível, vamos ingressar com uma Ação Civil Pública de improbidade administrativa contra o governador pelo descaso com a Uespi.

Estudantes na audiência pública

Fizemos os seguintes encaminhamentos: a criação de uma comissão permanente para vistoria aos campi da capital e interior; realização de concurso público para professores e técnicos; autonomia administrativa e financeira; cumprimento do acordo do dissídio coletivo de greve; regularização das progressões e promoções; destinação de recursos dos últimos empréstimos aprovados pelo Governo para a universidade; e articulação de emenda parlamentar conjunta entre as bancadas estadual e federal do Piauí para a Uespi”.

Deixe uma resposta