Após dez anos, obra do novo hospital de Picos não tem data de conclusão

Em resposta a um requerimento da deputada estadual Lucy Soares (PP) na Assembleia Legislativa, o secretário de saúde do Estado, Florentino Neto, informou que não há data para retomada e conclusão da obra de construção do novo Hospital de Picos, na região sul do Piauí. A construção teve início em fevereiro de 2010, mas enfrenta obstáculos judiciais  para ter prosseguimento. 

Atualmente, a principal unidade de saúde responsável pelo atendimento da população da cidade e povoados adjacentes é o Hospital  Regional Justino Luz, que se encontra com sérias dificuldades de atender à demanda. No local, existem deficiências quanto a estrutura física e corredores estão superlotados. 

De acordo com a Sesapi, a melhoria do serviço de saúde na região depende da conclusão do novo hospital. No entanto, “devido à decisão judicial proferido nos autos do Mandado de Segurança nº 2014.001.00295-2, do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, o canteiro de obra deve permanecer inalterado. Não sendo, portanto, possível a estimativa do prazo de conclusão”, diz.

O empasse citado pelo secretário de saúde é uma disputa jurídica entre a empresa que executava a construção do hospital e o Governo do Piauí. A empresa pede R$ 8 milhões de indenização, mas a Procuradoria Geral do Estado diz que o valor devido é de apenas R$ 400 mil. Na resposta enviada à deputada Lucy Soares, o secretário Florentino Neto garante que a Sesapi e PGE  estão no esforço concentrado para resolver o problema.

Ainda de acordo com o documento, o novo Hospital de Picos é planejado para atender a Região de Guaribas, que consta com 43 municípios e possui estimativa populacional, conforme dados do Ministério da Saúde (DATASUS), de 368.918 residentes.(180graus)

Deixe uma resposta