Maternidade Dr. Marques Bastos segue em busca da vanguarda na Saúde em PHB

A Sociedade de Proteção à Maternidade e à Infância de Parnaíba- SPMIP, segue realizando investimentos e a capacitação de sua equipe, buscando a vanguarda na área de saúde no Município de Parnaíba e região.

POR:BERNARDO SILVA

“Somos o único hospital privado que tem duas  UTIs, tem uma parte de hemodinâmica, de cateterismo; somos o único hospital que hoje tem cirurgias de alta complexidade, na área de oncologia, de neurologia, então, esses serviços que antigamente todos eles eram feitos em Teresina, hoje estão sendo feitos aqui. Mas precisamos dos poderes públicos, de uma forma mais forte, para que direcionem pacientes pra cá. Porque existe o costume e os municípios continuam mandando pacientes para Teresina do mesmo jeito, às vezes para um procedimento bem simples que é feito aqui”, disse Mirocles Véras, diretor administrativo do Hospital e Maternidade Dr. Marques Bastos.

Ele disse ainda que tem sido feito um esforço muito grande para que  isso venha a se ampliar. “Só esse ano, através de uma emenda do deputado Átila Lira,  estamos equipando mais ainda nosso centro cirúrgico, com uma emenda de 2 milhões de reais. Temos duas salas cirúrgicas hoje que não devemos a nenhuma no Brasil. Tem todos os equipamentos, toda a estrutura de cirurgia, inclusive cardíaca”, pontuou. 

De acordo com Mirócles, o hospital Marques Bastos hoje está à altura de qualquer hospital do Brasil, tanto na parte tecnológica quanto no que diz respeito aos profissionais. “Deve-se muito à esse estágio de desenvolvimento que chegou Parnaíba; aos cursos de medicina e ao crescimento também da cidade. É uma questão de mercado. Teresina hoje está saturada em termos de profissionais  médicos, como em todos os outros grandes centros. As faculdades são importantes, principalmente também pela questão científica, as novas tecnologias”.

Mirócles finaliza dizendo: “Hoje  nós temos 200 alunos dentro dos hospitais, dos consultórios, isso gera a questão da pesquisa e eleva o nível de assistência aos usuários do SUS. Hoje temos 24 consultórios de especialistas atendendo em média 500 pessoas por mês , de usuário do SUS, que estão na rede encaminhados pela prefeitura.  Estamos, portanto, mantendo a missão que nos foi dada pelo nosso avô e nosso pai (Dr MIrócles e Dr. Edgard),  de atender também e principalmente o mais carentes e necessitados”.

Deixe uma resposta