Nova data:Governo prevê concluir Porto das Barcas em dezembro de 2020

Estão em andamento as obras de recuperação do Complexo Arquitetônico do Porto das Barcas, em Parnaíba, no litoral piauiense. A página oficial do Governo do Estado do Piauí no Instagram publicou algumas imagens que mostram como está ficando o local após as reformas. De acordo com o Governo, foram mais de R$ 9 milhões investidos em parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo.

A previsão de entrega e inauguração é dezembro de 2020. O Complexo Arquitetônico do Porto das Barcas em breve será um espaço totalmente revitalizado e muito mais interessante para receber turistas e moradores. O Porto está passando por uma reestruturação em todo o seu complexo arquitetônico, que inclui lojas, pousadas, restaurantes, museus e armazéns. 

O Porto das Barcas é um dos principais pontos turísticos do litoral piauiense e costuma ser bastante visitado, principalmente ao fim do dia, pois o local é um dos mais apropriados para apreciar o pôr do sol. Também no local é possível conhecer um pouco mais da cultura litorânea, com foco no artesanato, onde é possível adquirir peças que nos ajudam a entender parte da história de Parnaíba e do Piauí. 

As reformas do complexo eram uma reivindicação antiga da população parnaibana, que assistia o local se perder aos poucos após ter sido esquecido pelas autoridades. Muitos já nem tinham qualquer interesse em visitar o Porto das Barcas por ter se transformado num ponto de encontro para usuários de drogas, onde roubos e assaltos estavam cada vez mais comuns.

Uma das novidades anunciadas é o retorno dos passeios para o Delta do Parnaíba a partir do Porto das Barcas. Atualmente, as embarcações que partem rumo ao delta saem do Porto dos Tatus, no município de Ilha Grande do Piauí. Agora, os turistas poderão embarcar direto de Parnaíba sem precisar se deslocar até o município vizinho.

Por: Ryan Andrade/Meio Norte

EM TEMPO: EM OUTUBRO O DEPUTADO E SECRETÁRIO DE CULTURA FÁBIO NOVO ANUNCIOU QUE A INAUGURAÇÃO SERIA EM DEZEMBRO DESTE ANO. DÁ PRA ACREDITAR????

 

Deixe uma resposta