Mão Santa diz que cumprirá a a lei sobre o reajuste salarial do magistério

Por: Bernardo Silva

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, ao ser questionado se vai pagar o reajuste do piso salarial dos professores anunciado, disse que, assim como tem feito desde o início do seu governo, vai cumprir a lei em respeito à categoria. O aumento anunciado  para este ano é de 12,84% do piso salarial previsto no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb)

Bem ao contrário do governador do Estado, Wellington Dias, que “enrolou”  o ano inteiro e não pagou devidamente aos professores, ativos e inativos, o reajuste de 4,31% em 2019, Mão Santa foi um dos primeiros prefeito a fazê-lo. Este ano mais uma vez W. Dias tem alegado dificuldades fiscais para não se aprofundar no assunto.

O prefeito de Parnaíba, com esse gesto dá exemplo a outros prefeitos que se negam a pagar o reajuste salarial que, segundo o ministro Weintraub, “é o maior aumento em reais desde 2009”.

“Vamos cumprir a lei como sempre temos feito, reconhecendo os direitos dessa valorosa classe. Assim tem sido feito com relação a vantagens, como os acessos que são solicitados  e as aposentadorias. A educação de qualidade nas escolas do município continua sendo prioridade do nosso governo. E para cobrarmos isso, precisamos de profissionais motivados e comprometidos”, disse o prefeito.

 

Deixe uma resposta