“O Piauí não tem governador, tem dono” – diz Mão Santa

Em entrevista exclusiva, concedida ao Blog do B. Silva, o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, lamentou o fato de Parnaíba não haver eleito nenhum representante político, legitimamente escolhido pelo voto popular, tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara dos deputados. Lembrou que o deputado estadual Dr. Hélio, embora tenha investimentos empresariais em Parnaíba, é natural do município do Canto do Buriti.

“Eu me fiz profissional médico. O povo me fez político. E quando me candidatei pela primeira vez, a deputado estadual, em 1978, o município tinha pouco mais de 20 mil eleitores. Eu sai eleito de Parnaíba, com 11 mil votos. Foi uma época em que Parnaíba elegia até 4 deputados numa eleição, como elegeu Mão Santa, Ribeiro Magalhães, Elias Ximenes e Paulo Silva. Agora, na última eleição, nenhum parnaibano eleito. Muitos nomes bons se lançaram, mas os malandros chegam, invadem a cidade e compram votos, patrocinando a corrupção”, comentou Mão Santa.

O prefeito disse que contou um pouco dessa história na sede da OAB- subseção de Parnaíba, na última segunda-feira, quando participou de uma ação da Caravana do Direito Eleitoral que esteve na cidade, objetivando a capacitação profissional e a atualização dos conhecimentos relativos às regras a serem utilizadas no pleito eleitoral de 2020. “Nosso país é muito atrasado. Nosso atraso nos faz envergonhar. Nossos escravos, a maior nódoa da nossa história, foram os últimos a serem libertos”, disse o prefeito naquela ocasião, acrescentando que o atraso maior é na democracia porque “os que fazem as leis são muito traquinas. Há uma história de retardamento da nossa democracia”, pontuou Mão Santa.

Para finalizar, ele disse que, neste sentido, no Piauí tudo é muito pior. “Quando fui governador, governei respeitando os Poderes. O Piauí hoje não tem governador, tem dono. O governador atual é o donatário, como nas  capitanias hereditárias. O Sr. Governador do Piauí é o dono de tudo. Até da justiça”.

Deixe uma resposta