Criminosos aproveitam ruas vazias para arrombar lojas no centro de THE

Estabelecimentos comerciais localizados nas ruas 13 de maio e Eliseu Martins, no Centro de Teresina, foram alvos de criminosos na madrugada desta quarta-feira (25/03).

Com a falta de movimentação nas ruas devido o cumprimento do decreto estadual e municipal, que determinou o fechamento de todo o comércio no intuito de evitar a disseminação do Covid-19, criminosos estão aproveitando para arrombar e roubar os estabelecimentos. 

Na rua 13 de maio, os assaltantes arrombaram as lojas, Óticas Carol e a Gold Cred. Na ótica foram roubadas 25 armações de óculos de grifes e uma televisão. Na Gold Cred os criminosos levaram computadores, TVs, telefones, cafeteira entre outros itens. 

 Em entrevista ao meionorte.com, a proprierária de uma relojoaria vizinha aos dois dos estabelecimentos invadidos na rua 13 de maio, Teresa Borges, informou que todos os logistas estão removendo suas mercadorias dos pontos. 

“Estamos removendo nossas mercadorias, porque sabemos que eles vão invadir todas essas lojas, não tem jeito. Eles são audaciosos.” declarou Teresa Borges.

Estabelecimentos comerciais localizados nas ruas 13 de maio e Eliseu Martins, no Centro de Teresina, foram alvos de criminosos na madrugada desta quarta-feira (25/03).

Com a falta de movimentação nas ruas devido o cumprimento do decreto estadual e municipal, que determinou o fechamento de todo o comércio no intuito de evitar a disseminação do Covid-19, criminosos estão aproveitando para arrombar e roubar os estabelecimentos. 

Na rua 13 de maio, os assaltantes arrombaram as lojas, Óticas Carol e a Gold Cred. Na ótica foram roubadas 25 armações de óculos de grifes e uma televisão. Na Gold Cred os criminosos levaram computadores, TVs, telefones, cafeteira entre outros itens. 

Em entrevista ao meionorte.com, a proprietária de uma relojoaria vizinha aos dois dos estabelecimentos invadidos na rua 13 de maio, Teresa Borges, informou que todos os logistas estão removendo suas mercadorias dos pontos. 

“Estamos removendo nossas mercadorias, porque sabemos que eles vão invadir todas essas lojas, não tem jeito. Eles são audaciosos.” declarou Teresa Borges.(MN)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *