Infectologista esclarece sobre atendimentos e protocolo

A médica infectologista Renata Aragão, membro da Comissão de Enfrentamento a Covid-19 em Parnaíba, falou na edição do Jornal da Costa Norte desta quarta-feira (20/05) sobre protocolo que vem sendo adotado no município. Renata destacou que a mudança é uma realidade muito evidente diante do momento de enfrentamento ao novo coronavírus.

No caso de alguém sentir os sintomas já conhecidos, que procure as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou o Pronto Socorro Municipal (PSM), outra alterativa é o contato com a Vigilância Epidemiológica. Sendo assim a pessoa poderá ser colocada no fluxo dos atendimentos.

Informou também que as pessoas passam ser monitoradas, e após dez dias são feitos exames, estes pacientes recebem kits contendo máscaras para a toda a família, álcool em gel, cloroquina conforme avaliação médica, entre outras formas de assistência. Até hoje 480 pessoas estão sendo assistidas pela Vigilância Epidemiológica.

Faz parte desta estrutura de trabalho, o Hospital Nossa Senhora de Fátima, que foi preparado pela Prefeitura de Parnaíba para o tratamento de pessoas com Covid-19. Ao receber os aparelhamentos dos leitos, a Secretaria de Saúde verificou que o fornecedor enviou equipamentos já usados, desta forma não honrando com o contrato. O resultado foi a devolução e exigência ao cumprimento do que acordado. (Por Daniel Santos/PCN)

Deixe uma resposta