Justiça investiga irregularidades em dispensa licitatória para compra de testes da covid-19 no PI

O Ministério Público do Piauí, através da promotoria de justiça de Floriano, instaurou procedimento preparatório para apurar a existência de irregularidades no processo de dispensa licitatório para aquisição de testes rápidos destinados ao enfrentamento da Covid-19 na cidade de Arraial do Piauí.

Segundo o MP a empresa Ronaldo A da Silva-ME, utilizou-se de orçamentos fraudados para escolher a proposta mais vantajosa para aquisição direta de testes rápidos. O órgão apontou ainda que, a organização criminosa atua em pelos menos 27 municípios, sempre da mesma forma, voltados a processos para compra de insumos para combate à Covid-19.

Covid-19: Falta médicos e analgésicos para entubação

Se não bastasse a demora de quase 100 dias para o implemento de leitos de UTI’s o nosso estado do Piauí quando consegue os equipamentos, esbarra na falta de mão de obra especializada. O Governo e a Prefeitura da capital solicitaram ao Ministério da Saúde o envio de médicos e enfermeiros intensivistas pelo período de, pelo menos de 60 dias.

A outra triste noticia é que o estoque de analgésicos aplicados na entubação de pacientes graves de covid-19, foi zerado.(Fonte:Encarando)

Deixe uma resposta