Médica piauiense mostra estudo sobre eficácia da cloroquina

A médica piauiense, Marina Bucar, usou suas redes sociais para mostrar evidências na eficácia do uso da hidroxicloroquina na fase precoce do Covid-19. Marina, que é doutora pela Universidade de Zaragoça, na Espanha, repreendeu quem ainda resiste o fármaco e citou o estudo da Universidade de Detróide nos EUA, realizado com cerca de 3 mil pessoas que fizeram uso da medicação e outros fármacos na fase inicial.

Com isso, a maioria não evoluiu para internação, e outros, quando internados não atingiram a fase grave da doença. Enquanto pessoas que não usaram fizeram o caminho contrário. Dra. Marina é florianense e é autora do protocolo usado em Floriano com o uso do coquetel com hidroxicloroquina, que tem sido bem sucedido na cidade.

A médica ainda criticou quem condena a medicação por conta de estudos feitos em grandes dosagens e em pacientes já muitos graves. Até quando algumas autoridades irão continuar misturando política, mesmo com a tentativa de salvar vidas?

Deixe uma resposta