Operação cumpre mais de 200 mandados contra o PCC em vários estados e no Piauí(PHB)

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) em parceria com as Secretarias de Segurança dos estados deflagraram, nesta terça-feira (28), a Operação Flashback II, no combate ao principal núcleo da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

No Piauí, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual, cumpriu  um mandado de prisão contra um homem na cidade de Parnaíba. A ação faz parte da Operação que acontece simultaneamente em 11 estados brasileiros, com objetivo de desarticular uma facção criminosa. 

De acordo com MP, o único alvo da operação no Piauí é um homem que já estava preso na Penitenciária Mista de Parnaíba, desde dezembro de 2019. 

Em todo o Brasil, mais de mil policiais participam da ação, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, com a participação da Polícia Federal e de órgãos estaduais. 

A operação quer desarticular a organização criminosa, que tem base no Mato Grosso do Sul, realizando prisões e buscas em vários endereços e fazendo ainda a coleta de material genético dos suspeitos, como forma de auxiliar na elucidação de crimes violentos. Segundo a polícia, o grupo é investigado pela prática de vários crimes como tráfico de drogas, homicídios e roubo.

Ao todo, estão sendo cumpridos 212 mandados de busca e apreensão, e de prisão, distribuídos em 11 estados de quatro regiões brasileiras. 

O propósito é de desarticular a nova composição da facção que tem base no Mato Grosso do Sul, de onde saem as ordens de justiçamento para todo Brasil.

A região Nordeste é a que concentra o maior número de ações da operação, contabilizando oito estados e 179 mandados judiciais expedidos.

A primeira fase da operação Flashback foi realizada em novembro de 2019, em oito estados brasileiros.(Natanael Souza)

Deixe uma resposta