Ao “Estadão”, Ciro Nogueira afirma que vai defender apoio à reeleição de Bolsonaro

Em entrevista concedida ao Estadão, o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, afirmou que no Piauí o partido está “completamente fechado” com o apoio a Jair Bolsonaro em 2022.

“Vou defender com meu partido esse apoio. Hoje acredito que 90% do partido apoiaria a recondução dele”, diz Ciro.

O congressista garantiu que o apoio ao presidente não está condicionado a cargos e que, no Congresso, o partido já vinha votando com o governo “há muito tempo”.

Avaliou que o governo precisa “caminhar nessa questão da estabilidade” e que Bolsonaro está em “seu melhor momento”.

“Ele precisa fortalecer equipe econômica, sua base no Congresso e precisa ter um comando melhor”, completou.

Neste sentido, defendeu que a liderança do governo no Legislativo “pode ser melhorada” a bem de um maior diálogo com os partidos e os presidentes da Câmara e do Senado.

“Não estou propondo a troca, mas é preciso um líder que dialogue e converse mais, com uma capacidade maior de articulação”, diz.

Quando questionado sobre o rompimento com o governo de Wellington Dias, do Partido dos Trabalhadores, Ciro fez relação com sua aproximação com Bolsonaro e a uma “perspectiva de futuro”.

“Essa mesma aproximação tive com o presidente Michel Temer, só que não tinha uma perspectiva eleitoral, não criou um problema com o PT. Bolsonaro, além de ser candidato à reeleição, está tendo um crescimento vertiginoso no Nordeste”, pontuou.(Apoliana Oliveira)

Leia a entrevista completa no site de O Estado de São Paulo 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *