Por medo de crime de Responsabilidade, Bolsonaro veta perdão a dívidas de igrejas

O presidente Jair Bolsonaro vetou, em uma lei, o dispositivo que dava um perdão de R$ 1 bilhão em dívidas de igrejas. O veto foi ao artigo 8º do projeto de lei, que isentava as igrejas do pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Segundo o Planalto, o “presidente Jair Bolsonaro se mostra favorável à não tributação de templos de qualquer religião, porém a proposta do projeto de lei apresentava obstáculo jurídico incontornável, podendo a eventual sanção implicar em crime de responsabilidade do Presidente da República”. (Encarando)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *