Falta de dinheiro nas secretarias; governo faz suplementação de R$ 25 milhões num único dia

Faltando dois meses para o final do ano. O governo parece ter perdido a capacidade de projetar seus próprios gastos. E, diante disso, realiza uma série de adendos ao Orçamento. São as suplementações que indicam claramente a ausência de verbas de custeio para secretarias e outros órgãos. O montante: R$ 14,114 milhões. Dois decretos publicados num único dia. Valor total: R$ 25,114 milhões.

Centro do Administrativo, que sedia maior parte dos órgãos do estado (Reprodução)

Aos fatos. Na sexta-feira (09) o governador Wellington Dias publicou o decreto de n° 19.257, de 8 de outubro. Por meio do mesmo, abriu crédito adicional suplementar em favor da Secretaria da Agricultura Familiar, Secretaria da Saúde, Hospital Regional Tibério Nunes – Floriano, Hospital Senador Cândido Ferraz – São Raimundo Nonato, Hospital Regional Dr. Leonidas Melo – Barras, Hospital Regional Deolindo Couto – Oeiras, Maternidade Dona Evangelina Rosa – Teresina, Hospital Dirceu Arcoverde – Parnaíba, Hospital Dirceu Arcoverde da PMPI – Teresina, Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos, Departamento Estadual de Trânsito do Piauí – DETRAN/PI, Agência de Desenvolvimento Habitacional do Piauí – ADH, Instituto de Águas e Esgotos do Piauí e Secretaria de Defesa Civil

Na mesma data, mesmo Diário Oficial, outro decreto. O de n° 19.258. Informa-se: “Abre Crédito Suplementar no valor global de R$ 11 milhões em favor dos órgãos que especifica.” São muitos, os tais órgãos. Novamente se verifica que o governo perdeu a capacidade de gerenciar os recursos à sua disposição. Ou mesmo de se organizar conforme o orçamento previsto.

Beneficiários do novo decreto: Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas do Estado, destinados a atender programação de rotina.((Toni Rodrigues))

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *