SINTE-Corrente cobra governador sobre reajuste e outras pautas

Os trabalhadores em educação da Regional CORRENTE estiveram na manhã deste sábado (24) acompanhando a visita do governador Wellington Dias à cidade, oportunidade onde cobraram dele o atendimento das pautas dos servidores da educação estadual.

A presidente do SINTE-Corrente, Sandra Marília, e uma equipe de servidores da educação, ativos e aposentados, levaram até o governador um Ofício onde mais uma vez o sindicato cobra uma audiência com o gestor estadual para tratar das pautas relacionadas aos trabalhadores em educação.

Dentre as pautas estão:

  • – Pagamento do reajuste 2019 e 2020, para ativos e aposentados;
  • – Implementação das mudanças de Classe e de Nível;
  • – Retorno das aulas presenciais;
  • – Desconto da previdência dos aposentados;
  • – Correção dos erros do 13º salário; e outros

O governador recebeu o ofício mas disse que as pautas já estão sendo atendidas. A professora Sandra destacou que ao cobrar do governador uma audiência para dialogar sobre as pautas da educação, ele se enfureceu e destratou os servidores. “Eu já paguei o reajuste do Piso e as promoções já foram implementadas. O Sinte quer fazer espetáculo com essas coisas”, disse o governador Wellington Dias.

“Infelizmente ele externou a raiva que tem do Sinte, por ser um sindicato de luta. Não podemos aceitar tal atitude”, disse Sandra Marília.

Sobre as aulas presenciais dissemos que “as escolas não estão preparadas para o retorno das aulas presenciais, pois tem escola que não tem sequer água e que poderíamos provar. E ele disse que era mentira do Sinte”, destacou Sandra Marília, presidente do Sinte-Corrente.

Por fim, “as pessoas presentes viram que o governador não tem compromisso com a categoria da educação, e destacou que já recebeu o Sinte várias vezes”, finalizou a professore Sandra.

O SINTE-PI continuará firme na luta para mostrar a todos os gestores que a educação pública e seus profissionais merecem respeito.(Sinte-PI)

Deixe uma resposta