Apoio do PT a Dr. Pessoa será “por debaixo dos panos”

Diante da grande repercussão negativa em face do apoio do PT à sua candidatura, o médico José Pessoa Leal, o Dr. Pessoa (MDB), se reuniu com seu candidato a vice Robert Rios e coordenadores de sua campanha, e foi discutido que o apoio do partido de Wellington Dias não será feito publicamente.

Fábio Novo mostra na televisão que ficou irritado com postura de Pessoa

Seria preciso desfazer o que já havia sido feito e consequentemente divulgado e para isso orientou-se o candidato Fábio Novo, que concorreu pelo partido no primeiro turno, para dizer que estava liberando os seus eleitores porque tinha optado por ficar neutro no segundo turno. Toda essa criatividade provém do governador Wellington Dias, que é um ficcionista premiado. Ele organiza tramas políticas e as impõe como fatos supostamente reais. É uma especialidade dele.

Na prática, o PT confere apoio à candidatura de Pessoa, só que será por debaixo dos panos. Ou seja, o partido vai apoiar a candidatura do MDB, no entanto nada mais será dito publicamente sobre o assunto. O objetivo é tentar reparar o grande prejuízo causado sobre a candidatura do emedebista

O ex-candidato Fábio Novo, do PT, fez um protesto público sobre a atitude de Dr. Pessoa, tudo previamente acordado com o Palácio de Karnak. É como se os dois agora estivessem em lados antagônicos porque, segundo justificou Fábio Novo, o emedebista estaria de salto alto por não aceitar o apoio do partido.

Muitos falaram. Menos Pessoa. Ele permanece em silêncio até mesmo para entrevistas e quando algum repórter o encontra no meio de algum ato político ele desconversa e repassa a bola para seu coordenador político, o ex-ministro João Henrique Sousa.(Toni Rodrigues)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *