Transporte alternativo; um grande desafio frente a pandemia

Desde o início do ano passado, quando o mundo foi pego de surpresa com a pandemia do coronavírus, obrigando o fechamento de colégios, faculdades, empresas, indústrias e do comércio mediante decretos estaduais, o transporte coletivo e alternativo municipal de passageiros também foi obrigado a pisar no freio. Em Parnaíba, segunda maior cidade do Piauí, não foi diferente.

Passados 10 meses, é bem verdade que as aulas em escolas, centros tecnológicos, universidades e cursos preparatórios ainda não retornaram de forma presencial, entretanto, as atividades do comércio, indústria, bancos e empresas há meses voltaram a funcionar no horário normal. Ou seja, os parnaibanos passaram a circular normalmente e, consequentemente, a usarem o transporte alternativo. Porém, o número de vans nas ruas ainda é bem reduzido, o que tem gerado lotação nos carros.

Reunião ontem na sede da Coopertranp discutiu-se a possibilidade de
serem colocados mais carros nas ruas

Na manhã desta terça-feira (12), ocorreu uma reunião na sede da Cooperativa de Transporte Alternativo e Autônomo de Parnaíba (Coopertranp) entre o presidente da cooperativa, Tomaz de Sousa Alves e os operadores do sistema, sendo que uma das pautas gerou em torno desta questão. Questionado por nossa reportagem sobre a possibilidade de a cooperativa colocar mais transportes para circular, Alves disse que dos 42 carros que compõem a frota, 60% está nas ruas, quantidade que ele, bem como os demais cooperados, consideram razoável para o momento atual. Ainda assim, a reunião finalizou sem uma definição sobre o assunto.

Presidente da cooperativa, Tomaz de Souza, ainda não bateu o martelo sobre o assunto

Ainda estamos debatendo esta questão. Entendemos o lado da população, mas também é preciso ressaltar que para colocar um carro para rodar, envolve vários gastos e como estamos enfrentando uma pandemia, muitas das vezes as despesas são maiores do que a arrecadação. Orientamos o passageiro que, ao adentrar no carro, peça ao motorista ou ao cobrador a tabela de horários. A pessoa pode tirar uma foto da tabela com o próprio celular e assim poder se programar de acordo com os horários de cada van”, disse Alves.

Garagem da Coopertranp, situada na BR 502, próximo ao Toureiro Distribuidora

Nesta quarta-feira (13), haverá uma nova reunião, desta vez na Secretaria de Transportes de Parnaíba, quando este tema voltará a ser discutido.

Por Luzia Paula

Deixe uma resposta