Ocupação de leitos de UTIs pode agravar após festas de Carnaval, alerta COE

A conta por pular o Carnaval na pandemia, sem respeitar os protocolos sanitários, chega mais cedo ou mais tarde. O impacto das festas realizadas em sítios e em casas nas comemorações carnavalescas pode agravar mais ainda a ocupação de leitos de UTIs no estado. 

Um aumento de casos da Covid-19 é a grande preocupação dos representantes do COE (Comitê de Operações Emergenciais de combate a Covid-19) que se reuniram para avaliar a situação da pandemia.

A constatação é que o momento é de alerta total, sinal vermelho. A ocupação dos leitos de UTIs já começa a aumentar, oscilando em 70% a 90%.

Boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), mais recente, revela que três hospitais de Teresina estão com 100% da ocupação de leitos, o Hospital São Marcos, o HU (Hospital Universitário) e Hospital Infantil Lucídio Portela.

Os próximos 20 dias, a Secretaria Estadual de Saúde vai monitorar mais intensamente para evitar um colapso no sistema. O controle é  para saber a necessidade de ampliação de leitos. (informações Flash Yala Sena)

Deixe uma resposta