Meta é zerar a fila por atendimento em UTI, diz Wellington

O governador Wellington Dias falou na manhã desta quarta-feira, 31, da situação do Piauí no enfrentamento à Covid-19 e disse que há estabilidade, mas num patamar elevado e que o número de óbitos continua em alta. 

Governador Wellington Dias em coletiva (Foto: Paulo Barros)

Governador Wellington Dias em coletiva (Foto: Paulo Barros)

No Piauí, Wellington Dias ressalta que as pessoas são atendidas. No entanto, há pacientes que precisam de atendimento específico de UTI. “Elas recebem atendimento, têm respiradores, mas elas precisam de UTI”, diz o governador, enfatizando que o objetivo é zerar a fila por atendimento em UTI.

O governador destacou que os decretos com medidas restritias até o dia 4 de abril são para reduzir a circulação de pessoas e diminuir a transmissibilidade. São medidas necessárias para que as pessoas fiquem em casa neste período da Páscoa para barrar a transmissibilidade.

“Estamos com toda rede de atenção básica, com equipes se empenhando em localizar quem está infectado bem no início para que tenhamos condições de garantir tratamento adequado e monitorar quem esteve em contado com alguma pessoa infectada”, disse.

Na coletiva, o governador falou do diálogo que vem mantendo com o PSB e disse que, em nível nacional, há essa aproximação entre PT e PSB.(MN)

 

Deixe uma resposta