Ciro critica ministro Barroso e afirma que CPI não vai ajudar quem está morrendo

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas e liderança do grupo no Congresso Nacional que apoia o presidente Bolsonaro chamado de Centrão, considera a instalação da CPI da Covid nesse momento não vai ajudar em nada as pessoas que estão morrendo com a doença. A declaração foi dada ao site nacional Metrópolis.

Ciro Nogueira é aliado do presidente Jair Bolsonaro

Ciro Nogueira criticou a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Roberto Barroso, de determinar a abertura sa Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) apurando possiveis ingerências e omissões do Governo Bolsonaro no combate a pandemia da Covid-19.

O senador piauiense considera que o posicionamento do ministro Barroso não irá ajudar o país  combater o agravamento da crise sanitário.

Ciro Nogueira considera uma decisão errada, mas que tem que ser cumprida. Ele Critica totalmente a decisão,  mas sabe que o ministro Barroso tem poder para isso. Segundo Ciro, os parlamentares federais devem respeitar as instituições. Ele declarou ser favorável de que seja cumprida totalmente essa determinação.

“Eu não questiono isso [a legitimidade da decisão]. Eu questiono o momento em que ela está sendo instalada”, falou Ciro Nogueira.

Como uma das lideranças do Centrão, o senador Ciro Nogueira afirma que a CPI instalada não quer dizer que  possa haver um estremecimento entre o Congresso e o governo federal.

“Tenho certeza que o Congresso Nacional vai ter maturidade na condução dessa CPI, para que ela não atrapalhe nosso país. [A CPI] Não está sendo feita para ajudar o Brasil, com toda certeza”, avaliou o senador piauiense.

Deixe uma resposta