Ciro Nogueira gastou R$ 86 mil de combustível para o jatinho no primeiro trimestre deste ano

O senador Ciro Nogueira (PP), gastou nos três primeiros meses de 2021, R$ 86.061,56 da cota parlamentar para abastecer aeronaves. O valor foi calculado com base nas notas fiscais apresentadas para ressarcimento do Senado Federal pelo senador piauiense, que preside nacionalmente o seu partido.

Em janeiro, Ciro usou R$ 20.161,12 da cota para “combustível para aeronave”. Em fevereiro, o gasto para esse fim saltou para R$ 35.841,35 e, no mês passado, foi para mais R$ 30.059,09, a fim de que o senador pudesse voar pelo Piauí com dinheiro público.

Além disso, Ciro somou R$ 13.440 de ressarcimentos para aluguel de carros no mesmo período. Segundo o site “O Antagonista“, Ciro Nogueira é um dos campeões em gastos com a cota parlamentar, como já mostramos aqui, aqui, aqui e aqui.

Existem algumas regras para o ressarcimento dessas despesas, mas o Senado não consegue fiscalizar, por exemplo, a relação dos gastos com o exercício da atividade parlamentar.

Além do tanque dos jatinhos, o site listou as refeições pagas pelo senado em bons restaurantes. Em 2 de janeiro deste ano, um sábado, Ciro Nogueira pagou R$ 153 para almoçar strogonoff em um restaurante de São Paulo. O Senado ressarciu a conta.

Naquele mês, o primeiro do ano, quando o Congresso estava de recesso, portanto, o senador ainda receberia de volta valores referentes a um tambaqui com farofa (R$ 153), filé de robalo (R$ 89), risotto (R$ 95), salmão grelhado (R$ 99,90), bife ancho (R$ 134), carpaccio (R$ 122,70) e uma entrada de queijo brie (R$ 49). (Com informações O Antagonista)

Deixe uma resposta