Em um ano, Piauí triplicou número de leitos de UTI para tratar pacientes com Covid-19

O Piauí triplicou, em um ano, o total de leitos de terapia intensiva (UTIs) públicos e privados disponíveis para tratar pacientes com a Covid-19. Eram 148 unidades no início da pandemia, em março de 2020, e atualmente são 457. Já os leitos clínicos disponibilizados para pacientes com a doença chegam a 1.151, quase 60% a mais do que os 723 existentes no início da crise sanitária.

O reforço na estrutura hospitalar é uma das ações do Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), para garantir o atendimento aos pacientes que precisam de hospitalização. “Isso mostra que o governo vem tomando todas as providências para evitar mais danos ao sistema de saúde, já que o número de infectados aumentou muito no mês de março”, lembra o secretário da Saúde, Florentino Neto.

Novos leitos estão sendo instalados. Em Parnaíba, recentemente, foram implantados mais 30 leitos (20 clínicos e 10 de UTI) no Hospital Nossa Senhora de Fátima, anexo do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda). Em breve estarão todos em funcionamento. Para abertura dessa unidade, a Sesapi também instalou um tanque de oxigênio que permite um reforço na estrutura do hospital.

Outro município que será beneficiado com ampliação da rede de saúde é Picos. O Centro de Parto Normal do Hospital Justino Luz vai receber 20 leitos clínicos para pacientes com Covid-19 a fim de desafogar a área hospitalar, que opera no limite devido à pandemia.

Os novos leitos terão ventilação mecânica não invasiva para pacientes que não estejam em situação grave, mas que precisem de ventilação. “Isso vai permitir que o paciente não evolua para um quadro mais grave e precise de UTI”, destaca o diretor administrativo da Fepiserh, Igor Cavalcante.

Os outros municípios do Piauí que possuem leitos de UTI para tratar pacientes com Covid-19 são Teresina, Bom Jesus, Floriano, Piripiri, Oeiras e São Raimundo Nonato. (Fonte: Com informações da CCOM)

Deixe uma resposta