Quando a pessoa deve procurar um otorrino?

Normalmente o médico otorrino entre em cena quando o paciente tem alguma queixa no ouvido, nariz ou garganta. Além disso, o médico otorrinolaringologista pode ajudar em quadros de tontura e problemas de cabeça e pescoço como um todo. 

Entre as funções que o especialista avalia, estão: audição, respiração, voz, equilíbrio, saúde das cordas vocais e deglutição. Mas você sabe qual é o melhor momento para procurar um médico otorrino?  

De acordo com a médica otorrinolaringologista Gisa Sampaio, é preciso prestar atenção a alguns sinais e sintomas que o corpo costuma manifestar. Muitas vezes surgem de forma sutil podendo se agravar com o tempo. 

Alguns sintomas que devem ser levados ao otorrino – Rouquidão persistente, ronco, dor de ouvido, dor de garganta, sangramento no ouvido, tontura, zumbido, secreção no ouvido, dificuldade auditiva/surdez, sangramento nasal, dor na face, dor de cabeça, obstrução nasal, espirros, coriza, tosse, pigarro e outros sintomas relacionados a cabeça e pescoço. 

“Às vezes achamos que porque o nosso sintoma é o mesmo do nosso amigo, o diagnóstico também é o mesmo, porém um mesmo sintoma pode estar presente em diferentes tipos de doenças, como por exemplo o ‘nariz entupido’ pode ser uma rinite ou um tumor nasal” – Gisa Sampaio. 

Atendendo no Ambulatório de Especialidades Médicas do Hospital e Maternidade Marques Basto de segunda a quinta-feira, a médica Gisa Sampaio frisa que assegurar o bom funcionamento das funções e dos sentidos (olfato, fala, respiração, audição e equilíbrio) é primordial para garantir a saúde e o bem-estar da pessoa. 

Deixe uma resposta