W. Dias pode deixar plano do Senado para coordenar campanha de Lula

O governador Wellington Dias (PT) pode ser o coordenador nacional da eventual candidatura do ex- presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República nas eleições gerais de 2022.

Neste caso, Wellington Dias não seria candidato ao Senado nas eleições gerais de 2022, o que seria natural, e o candidato a senador poderia ser para o líder de um partido aliado nacionalmente como o ex-governador Wilson Martins, do PSB, ou Júlio César Lima, do PSD, partidos que Lula quer em seu arco de alianças.

Wellington Dias e Lula (Foto: reprodução)

A meta de Wellington Dias é eleger o secretário estadual de Fazenda Rafael Fonteles (PT) para o Governo do Estado e Lula para a Presidência da República, mesmo que sacrifique sua candidatura a senador, cargo que ocupou, mas não conseguia tentar o poder executivo como candidato a prefeito de Teresina, quando foi derrotado, e para um terceiro mandato de governador, quando foi vitorioso.

Ex-presidente regional do PT, o deputado estadual petista Fábio Novo, secretário estadual de Cultura, diz que, sem dúvida, Wellington Dias ganhou projeção nacional e destaque nos meio de comunicação internacionais na busca das  vacinas contra a Covid-19, como quando conseguiu, após reuniões com a Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização Mundial de Saúde (OMS), 8 milhões de vacinas contra a Covid-19 para o Brasil, como coordenador do tema vacinas do Fórum de Governadores e do Consórcio do Nordeste.(Efrém Ribeiro)

Deixe uma resposta