Wellington Dias teme falta de vacinas contra a covid-19 no Brasil

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), coordenador da temática de vacinação e presidente do Consórcio Nordeste, disse nesta quinta-feira (08) que teme a falta de imunizantes contra covid-19 no Brasil.

Wellington Dias

Wellington Dias afirmou que pediu uma agenda com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para discutir um planejamento de aplicação de doses da vacina produzida pelo Instituto Butantan, a CoronaVac. Dias explicou que por ter entregado 27 milhões de doses em março, o Butantan só poderá entregar 10 milhões neste mês, o que pode afetar a aplicação da segunda dose.

“Temos uma situação em que o Butantan, principal fornecedor de vacina no Brasil, como fez uma antecipação, ampliando o número de vacinas produzidas e entregue no mês março 27 milhões, agora em abril, ele tem uma entrega menor, segue produzindo, mas com uma entrega menor, algo em torno de 10 milhões”, disse.

“Quando vacinamos 27 milhões em um mês, no mês seguinte vamos precisar da metade das doses, pois completa os 28 dias, neste caso, algo em torno de 14 milhões de doses. Por essa razão, cada estado terá um planejamento para o uso de vacina e assim ninguém ficar sem a segunda dose. Neste sentido, estou pedindo uma agenda com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para evitar que isso aconteça”, relatou.(Davi Fernandes)

Deixe uma resposta