Covid-19: CCJ aprova a inclusão de jornalistas na prioridade para vacina

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), votou favorável ao Projeto de Lei de autoria do deputado Júlio Arcoverde (Progressistas) que pede a inclusão de jornalistas na lista de prioridade da vacinação contra a covid-19.

Deputado Júlio Arcoverde

O projeto de lei prevê a inclusão dos profissionais que estão atuando nas redações, na cobertura jornalística sobretudo do enfrentamento da Covid-19. Não serão vacinados aqueles jornalistas que estão trabalhando em casa [home office].

A proposta será encaminhada para apreciação na Comissão de Educação, Cultura e Saúde (CECS), que também deverá emitir um parecer favorável, e em seguida o projeto será enviado para votação no Plenário da Alepi. O projeto considera a atividade jornalística como essencial nesta pandemia. “Terão prioridade na vacinação no estado do Piauí, os jornalistas que não estejam em regime de trabalho home office”, explica Júlio Arcoverde.

Para ter direito à vacinação, o profissional terá que comprovar o regime presencial de trabalho, inclusive a jornada diária, seja através do contrato de trabalho (Carteira de Trabalho assinada) ou declaração do empregador. (Com informações da Alepi)

Deixe uma resposta