Opinião: Ciro Nogueira é a opção inteligente para tirar o PT do poder no Piauí?

Membros e simpatizantes da direita piauiense estão considerando que o senador Ciro Nogueira é a única opção para derrotar Wellington Dias e, dessa forma, conseguir tirar o PT do poder no Piauí. Como confiar, no entanto, que Ciro Nogueira não é mais aliado do petismo?
O candidato à eu presidência de Ciro Nogueira, nas últimas eleições, foi o petista Fernando Haddad. Bastou Jair Bolsonaro vencer as eleições que, magicamente, Ciro se tornou bolsonarista.
Mas não é só isso: o senador também esteve ao lado de Lula, Dilma e seu vice, Michel Temer. Quem está no poder, lá ele está, apoiando e se dizendo aliado fiel. Agora, ele é aliado de Jair Bolsonaro e já chegou até mesmo a indicar um ministro do STF – a aliança com um dos piores nomes do Piauí é, possivelmente, um dos mais graves erros do presidente.
Nem mesmo os políticos filiados ao partido que Ciro Nogueira é PRESIDENTE NACIONAL, o Progressistas, acredita no seu “direitismo”: os secretários de Wellington Dias do partido não aceitaram entregar os cargos e continuaram aliados ao Governo do Estado.
Sim, para quem não se lembra, todos esses são do Progressistas e estão no governo do PT: a irmã de Margarete Coelho, uma das maiores aliadas de Ciro, Sádia Gonçalves de Castro é Secretária do Meio Ambiente. Wilson Brandão é secretário de mineração do PT. O Secretário de Transportes, Hélio Isaías, também está no Governo do PT.
Caso Bolsonaro seja derrotado em 2022 e um candidato petista vença as eleições para a presidência da República, não tenha dúvidas: Ciro imediatamente se torna petista novamente.
Ciro Nogueira substitui o papel que o PSDB fez por tanto tempo: é a falsa contraposição ao petismo para impedir que verdadeiros oposicionistas surjam. A pequena direita piauiense se aliar a Ciro é ser peça manipulada no Teatro das Tesouras que eles tanto condenaram na falsa briga entre PT e PSDB que dominou o debate político no Brasil por tanto tempo.
É essa a opção inteligente para tirar o PT do poder no Piauí? (Fonte: OPIAUIENSE)

Deixe uma resposta