Parnaíba: inquérito investiga oferta de horas extras fictícias em troca de apoio nas eleições

O Ministério Público do Piauí, através da promotoria de justiça de Parnaíba, converteu notícia de fato em inquérito civil para apurar oferta de pacote de horas extras fictícias em troca de apoio político na eleição de 2020 na cidade de Parnaíba.

Uma denúncia foi encaminhada à promotoria com a seguinte informação: 

Olá pelo final de agosto uma candidata a vereadora do PP, juntamente com o candidato a vice-prefeito, Beto, reuniram-se com a Gracinha [filha do prefeito Mão Santa] e resolveram que comprariam o apoio político dos funcionários da Atenção Básica oferecendo um pacote de horas extras fictícias, mês a mês, até o mês de dezembro. Assim, em seguida, os candidatos fizeram uma reunião e lançaram a proposta pra determinadas categorias, em troca de apoio, e o acordo foi selado. Acredito que o mesmo deva está acontecendo em relação a outros servidores em geral, compra de apoio com o dinheiro público.

Um ofício foi encaminhado para a Prefeitura de Parnaíba solicitando esclarecimentos quanto ao objeto noticiado, especificando os requisitos para concessão das horas extras antes inexistente, e quais outras categorias receberam ou estão recebendo, assim como, seja informado se foi implantado na Atenção Básica.

Como faltou a resposta de ofícios, foi dada continuidade das investigações com instauração do inquérito, para apurar as condutas, bem como identificação dos agentes envolvidos na eventual prática de atos de improbidade administrativa, em vista de informações apresentadas.

O promotor Antenor Filgueiras Lôbo Neto determinou uma série de providências para apuração do caso.

(Fonte:180graus)

Deixe uma resposta