PI: deputado pede investigação de atestados e laudos médicos falsos de comorbidade

O deputado estadual Francisco Limma (PT) pediu na sessão plenária desta terça-feira (25/05) na Assembleia Legislativa, o encaminhamento de ofícios à Delegacia Geral de Polícia Civil, à Superintendência da Polícia Federal, ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Público Federal averiguações sobre a possível existência de atestados e laudos falsos de comorbidades que permitem às pessoas receberam a vacina da Covid-19. Pessoas com saúde normal estariam conseguindo se vacinar usando documentos falsos.

O próprio Conselho Regional de Medicina já alertou para o caso, lembrando aos seus membros que esta prática constitui falta grave à ética médica, caso esteja ocorrendo.(Fonte: Alepi)

Deixe uma resposta