Secretário Rubens Pereira define ações contra facções criminosas no Piauí

O secretário de Segurança Pública do Piauí, coronel Rubens Pereira, reuniu a portas fechadas, na manhã desta segunda-feira (10), representantes do GAECO, Secretaria de Justiça, Polícia Militar e a Polícia Civil do Piauí e do Maranhão para definir as ações que serão executadas contra organizações criminosas no estado, especialmente facções que estão promovendo uma onda de homicídios na Capital.

Secretário de Segurança, Rubens Pereira

Secretário de Segurança, Rubens Pereira

De acordo com o secretário de Segurança, durante o encontro houve a definição de que serão realizadas operações programadas com a participação dos órgãos de inteligência frente às últimas mortes. “Nós saímos daqui com o planejamento de algumas operações que vamos desencadear em algumas regiões que estão sendo afetadas por esses homicídios de forma prática e mais urgente, mas também um realinhamento dos órgãos de inteligência. Se for possível vamos fazer uma frente de trabalho para unir forças, inclusive, a delegacia regional de Timon esteve presente”, pontuou.

Rubens Pereira reforçou que os trabalhos entre os órgãos estão sendo intensificados, principalmente com a troca de informações das delegacias especializadas em homicídio (DHPP) e tráfico de drogas (DEPRE).

“Essa reunião faz parte de um realinhamento estratégico de ações para combate ao crime organizado, é uma realidade que nós estamos vivendo e a população está vendo. Há uma repercussão, inclusive, nesses últimos homicídios pela forma como eles foram realizados e nós precisamos nos unir. Então reunimos aqui o Ministério Público e também as especializadas da Polícia Civil e a Polícia Militar de forma que nós traçamos alguns planos que vamos colocar em prática, principalmente, na área da inteligência, no alinhamento estratégico entre as especializadas que investigam crimes separadamente, mas têm uma relação entre elas, como homicídio e tráfico de drogas”, explicou.

Deixe uma resposta