Senador revela: Alagoas, que filho do relator governa, adota cloroquina contra covid

Senador revela: Alagoas, que filho do relator governa, adota cloroquina contra covidMarcos Rogério mostrou documento do governo de Renan Filho recomendando o uso de cloroquina

Durante o interrogatório da secretária do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, na CPI da Pandemia no Senado, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) voltou a afirmar que o governo de Alagoas mantém o uso de cloroquina em seu protocolo de tratamento de pacientes com covid-19, no estado comandado por Renan Filho (MDB), herdeiro político do relator da comissão parlamentar, senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Exibindo a Portaria SESAU Nº. 5.518, de 25 de junho de 2020, o senador mostrou que a página 2 do documento da pasta da Saúde de Alagoas apresenta todo o desenvolvimento da doença e recomenda o uso dos medicamentos cloroquina e hidroxicloroquina.

“Tem havido um debate muito grande na CPI sobre o uso da cloroquina e tratamento precoce. Considerando a demonização na CPI, resolvi fazer um levantamento, envolvendo justamente as unidades da federação que são responsáveis por atender os pacientes. Fiz isso principalmente depois que o vídeo que divulguei na CPI gerou muita reação, um negacionismo muito grande, como se a prática de alguns governadores fossem somente de março ou abril de 2020″, disse o senador.

Marcos Rogério lembrou que, em matéria divulgada na última quinta-feira (20) pelo site de notícias G1, o governo de Alagoas, através de sua pasta da saúde, confirmou que está vigente o protocolo que indica a cloroquina no tratamento de pacientes da covid-19. Na matéria, a secretaria estadual explica que “o uso é liberado para pacientes hospitalizados, desde que haja prescrição médica”.

Dito isso, volto a questionar. O problema é a indicação de cloroquina para tratamento da Covid, ou as declarações favoráveis por parte do presidente Jair Bolsonaro? Muitos estados usam o medicamento como protocolo, mas apenas o presidente é perseguido por isso!”, criticou Marcos Rogério.

Diário do Poder não obteve resposta ao questionamento enviado à assessoria do governo de Alagoas sobre a manutenção do protocolo para tratamento da covid-19 no estado.

Deixe uma resposta