Porto das Barcas “Seu João Claudino”: o que ainda vão resolver?

Pense numa coisa que é pura perda de tempo! Assim como já foi também perda de tempo uma série de “audiências públicas” que a Câmara Municipal de Parnaíba tem realizado e que, ao final de muita conversa, quase nada ficou de concreto. Nem concretos resultados trarão. Sem querer melindrar ninguém e com todo o carinho e respeito que temos por todos os vereadores: Não podemos é tapar o sol com uma peneira. A verdade salta aos olhos.

Falamos deste “debate” com o uso da Tribuna Livre que acontecerá na Câmara Municipal de Parnaíba, fará na noite desta quarta-feira(2). Pergunta-se: Pelo menos convidaram o Fábio Novo, secretário de Cultura, o defensor do acréscimo do nome “Seu João Claudino” ao Porto das Barcas? Ouvir o que o Reginaldo Júnior tem para falar, com os apartes dos vereadores, não vai mudar em nada. Já está tudo decidido. E as decisões são tomadas “lá em cima” e quando o parnaibano acorda já é tarde demais. Sempre foi assim.

Nossa experiência de vida nos faz afirmar que as coisas são assim e assim continuarão sendo, enquanto o parnaibano não acordar pra vida e começar a se impor. E, pra encerrar, uma reflexão:

Trecho de “No caminho” com Maiakóvski

“Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem;
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada”.

Deixe uma resposta