Estudos questionam efeitos do lockdown em diversos países sobre a covid

Pesquisa: maioria apoia lockdown decretado pelos governos estaduaisAnálise de uma série de 35 estudos de 2020 chegou à conclusão de que esse tipo de fechamento não deu certo como previsto

O Instituto Americano para Pesquisa Econômica (AIER) publicou análise de uma série de 35 estudos de 2020 questionando a eficácia de lockdowns adotados em todo o mundo. A conclusão foi que esse tipo de fechamento não deu certo como previsto “por uma variedade de razões”, entre elas substituir “100 anos de conhecimento sobre saúde pública por imposições não testadas”, que impactam a liberdade e direitos humanos. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Estudo alemão mostrou que “lockdown completo e testagem em massa não foram associados à redução de casos críticos ou mortalidade geral”.

Cientistas concluem que o vírus retrocedeu de forma autônoma antes de qualquer efeito da medida e o clima (chegada do verão) fez sim diferença.

Em Israel, estudo revelou pequena vantagem do lockdown completo em comparação a outras formas, mas ao custo de US$50 milhões por óbito.

Deixe uma resposta