Vereadores negaram voz e vez a representante da Vigilância Sanitária de Parnaíba

Surpreendeu e deixou no ar uma série de interrogações o fato da maioria dos vereadores de Parnaíba haver negado, na semana pasada,  o uso da “Tribuna Livre”, na Câmara Municipal, ao veterinário Inaldo Torres, para falar das demandas do Serviço da Vigilância Sanitária do Município. A proposição da pauta foi da vereadora Fátima Carmino.

A negativa à proposta deixa claro que densas nuvens pairam sobre o assunto. Quais as reais condições de trabalho do pessoal da Vigilância Sanitária, setor tão importante e solicitado neste momento de pandemia? O que desejam evitar que seja exposto?  Seriam as vísceras do setor saúde como um todo?

Ninguém mais credenciado que Inaldo Torres para falar de Vigilância Sanitária. É o atual diretor do setor. Fiscal da Vigilância Sanitária concursado, aprovado em primeiro lugar. E já foi diretor da Viilância por duas outras vezes. Então, qual a justificativa de negarem o espaço e ouvirem o que ele tem a dizer, em nome dos demais companheiros? É preciso esclarecer os reais motivos de negarem o espaço.

A assessoria da vereadora Fátima Carmino divulgou o banner abaixo, finormando o fato:

Deixe uma resposta