W.Dias aponta que coordenação de campanha não o impede de disputar o Senado

O governador Wellington Dias (PT) disse na manhã de quarta-feira (9) que não necessariamente, assumir o comando da campanha do ex- presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República, impeça sua pré-candidatura ao Senado nas eleições gerais de 2010, mas é um soldado do Piauí.

Governador Wellington Dias comenta entrevista concedida por Lula (Foto: CCOM)Governador Wellington Dias comenta entrevista concedida por Lula 

Lula, na entrevista concedida com exclusividade à jornalista Cínthia Lages, no programa “Notícias da Boa”, da TV Rádio Jornal Meio Norte, disse que não abre mão da inteligência do governador Wellington Dias no comando de sua campanha à Presidência da República, nas eleições gerais de 2022.

“É claro que eu trato a política como uma missão. Para mim será um prazer muito grande compartilhar com outros líderes do Brasil. Aliás , ele quer trabalhar de forma ampla com líderes de outros partidos, de todas as reuniões do Brasil. Para mim, vai ser um privilégio contribuir, pensando não apenas no Lula, mas também pensando no melhor para o Brasil. O melhor para o Brasil também é o melhor para o Piauí e para o Nordeste”, afirmou Wellington Dias.

Wellington Dias disse que a rigor atuar na coordenação da campanha de Lula e disputar uma vaga no Senado, porque já participou da campanha do ex-presidente disputando cargo eletivo.

“A rigor, não. Se houver decisão de candidatura, se houver decisão de participar da coordenação, nós já fizemos isso em outro momento, e é possível a candidatura, mas será feito o que for melhor. Eu sou soldado do Piauí l e do Brasil. Estou pronto para a missão”, afirmou Wellington Dias.

Deixe uma resposta