Com retomada do turismo, hotéis e pousadas registram ocupação plena no litoral piauiense

Edição:B.Silva

Depois de um longo período de isolamento social, sem viagens e passeios, o setor de turismo começa a ter um alívio graças a aceleração da vacina e os cuidados tomados pela sociedade. Neste ano, conforme informações do Ministério do Turismo, as viagens domésticas estão em alta.

Em Barra Grande, a empresária Priscila Carvalho, proprietária e gerente de reservas de uma pousada com 9 apartamentos e um chalé, diz que finalmente o mês de julho está excelente e todas as reservas para este final de semana, dias 24 e 25, foram fechadas desde cedo. Na quinta-feira, 22, no dia desta entrevista, havia apenas um apartamento disponível para o final de semana dos dias 31 de julho e 1º de agosto.

Pousada de Priscila Carvalho, em Barra Grande (Divulgação)

Pousada de Priscila Carvalho, em Barra Grande 

Agosto também promete ser um mês muito bom, já temos muitas reservas feitas”, diz, enfatizando que o povo está ansioso para viajar, relaxar na praia e sair da rotina de casa.

Dias difíceis em 2020

Segundo a empresária, foram dias difíceis durante o ano passado. Os serviços foram fechados duas vezes no ano passado e depois reabertos. A esperança é de que os negócios continuem funcionando.

Priscila diz que 2020 foi um ano de prejuízo e foi obrigada a usar a reserva financeira que tinha para manter o empreendimento, pagar funcionários, despesas de água, luz e internet. “Neste período, trabalhamos na manutenção dos apartamentos, ampliação, construímos novo chalé, fizemos a limpeza geral”, explica. Esse investimento foi pensando nesta reabertura para oferecer o melhor ao turista que procura a pousada.

Pousada em Barra Grande (Divulgação)Pousada em Barra Grande (Divulgação)

O momento é de aquecimento do setor de turismo, mas serão necessários cerca de três meses de boas temporadas e bons negócios para recuperar o tempo perdido.

A pousada existe há 10 anos, fica numa das mais belas praias do Brasil, em Barra Grande, é aconchegante, bonita e, segundo Priscila, tudo é feito pensando no bem-estar do turista, que conta na pousada com serviço de restaurante.

Priscila, que é assistente social, confessa amar seu trabalho. “Gosto de atender pessoas”, diz, citando que neste período, a maior parte dos turistas que vão a Barra Grande são piauienses. (Por.Isabel Cardoso)

Deixe uma resposta