Covid-19: doses das vacinas AstraZeneca e Coronavac chegam ao Piauí

O estado do Piauí recebeu, na tarde desta terça-feira (27), 71.100 doses de vacinas para combater a covid-19. Foram 14.700 doses do imunizante Fiocruz/AstraZeneca e 56.400 da Butantan/Coronavac.

Está previsto ainda a chegada de 69.750 doses da FioCruz /AstraZeneca, na madrugada de quarta-feira (28), e mais 32.760 vacinas da Pfizer, às 15h30 de quarta-feira. Este é o maior quantitativo já recebido pelo estado. Ao todo são 173.910 vacinas para aplicação de 1ª e 2ª doses pelos municípios piauienses.

Florentino Neto

Florentino Neto

De acordo com o secretário de Estado da Saúde Florentino Neto, a Sesapi está preparada para entregar as vacinas aos municípios o mais rápido possível. “Como os lotes irão chegar em voos separados, nossas equipes estão prontas para que quando todas as vacinas estiverem em solo piauiense, sejam encaminhadas com maior celeridade aos município, proporcionando que os mesmos iniciem sua vacinação”, lembrou o gestor.

Os imunizantes serão distribuídos aos municípios de acordo com a resolução da Comissão Intergestora Bipartite (CIB). 50% dos imunizantes serão para a população em geral de 18 a 59 anos, não contempladas nos demais grupos, 30% para grupos estabelecidos no Plano Nacional de Imunização e 20% aos serviços essenciais escolhidos pelos conselhos municipais de saúde.

Esta semana o Piauí bateu a marca de mais de 500 mil pessoas imunizadas contra a Covid-19, seja porque tomaram as duas doses das vacinas que necessitam de duas aplicações para completar o ciclo vacinal, ou porque receberam o imunizante da Janssen, que só requer uma dose para ficar protegido.Vacina AstraZeneca

Vacina AstraZeneca

De acordo com os dados do Vacinômetro da Sesapi, mais de 15% da população Piauí está completamente vacinada contra a Covid-19.“Esse número só foi possível devido a um trabalho conjunto de estado e municípios para acelerar a vacinação dos piauienses. Com a colaboração de todos vamos conseguir vacinar nosso povo e sair dessa pandemia”, enfatizou Florentino Neto.

Deixe uma resposta