Empresário condenado por matar advogado é preso em restaurante em Parnaíba

O empresário Norman Gonçales de Sá, de 54 anos, foi preso na noite desta quarta-feira (07/08), dentro de um restaurante em Parnaíba, litoral do Piauí. Ele estava na companhia da filha do e genro. As informações são do Piauí em Dia.

Advogado morto e empresário condenado (Esquerdo para direita)        

O homem possuía um mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio em Barra do Corda/MA. Populares informaram à Polícia Militar que o empresário era foragido e estaria em Parnaíba.

O réu é acusado de mandar matar o advogado Almir Silva Neto, de 41 anos, em dezembro de 2008, que foi encontrado morto, com o corpo carbonizado no interior do veículo e com várias perfurações de projéteis de arma de fogo.

Ele havia foi condenado a 26 anos de prisão e estava foragido há mais de 10 anos.

Norman, dono de um posto de combustíveis no Maranhão, foi conduzido à Central de Flagrantes de Parnaíba de deverá ser recambiado para Barra do Corda.

Deixe uma resposta